Comércio e Prestadores de Serviços

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PGRS)

Os resíduos sólidos gerados pelos estabelecimentos portuários, aeroportuários, terminais ferroviários e rodoviários e estabelecimentos prestadores de serviços de saúde, para efeito de elaboração do PGRS e da legislação vigente, são classificados em:

TIPOS DE LICENÇAS

Licenças necessárias para o funcionamento de um empreendimento:

Licença Prévia (LP) - Tem por objetivo atestar a viabilidade de localização do empreendimento. Concedida na fase de planejamento, avalia a localização, atesta a viabilidade ambiental e onde são estabelecidos pelo órgão ambiental as condicionantes e requisitos básicos que obrigatoriamente deverão ser atendidos pelo empreendedor nas próximas fases de sua implantação.

Licença de Instalação (LI) - Tem por objetivo dar direito ao empreendedor de implantar seu empreendimento conforme as especificações constantes dos planos, programas e projetos aprovados, inclusive as medidas de controle ambiental determinadas para a implantação.

Licença de Operação (LO) - Tem por objetivo autorizar o início das atividades do empreendimento após a verificação do fiel cumprimento das exigências feitas nas licenças anteriores bem com, as medidas de controle ambiental e condicionantes para a operação.

NOSSO TRABALHO

GRUPO A: Resíduos que apresentam risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente devido a presença de agentes biológicos;

GRUPO B: resíduos que apresentam risco potencial à saúde pública e ao meio ambiente devido às suas características químicas;

GRUPO C: rejeitos radioativos, provenientes de laboratórios de análises clínicas, serviços de medicina nuclear e radioterapia, segundo Resolução CNEN 6.05;

GRUPO D: resíduos comuns são todos os demais que não se enquadram nos grupos descritos anteriormente.

Na elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, devem ser considerados princípios que conduzam à reciclagem, bem como a soluções integradas ou consorciadas, para os sistemas de tratamento e disposição final, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelos órgãos de meio ambiente e de saúde competentes.

A Infocus Ambiental elabora as mais diversas atividades produtivas, todos os estudos ambientais aqui elencados, gerenciando-os em todas as suas etapas de tramitação junto aos órgãos ambientais.

AVALIAÇÃO DE PASSIVOS AMBIENTAIS EM TERRENOS

Quando se vai adquirir um imóvel para a construção de qualquer empreendimento imobiliário é fundamental a avaliação de eventuais passivos ambientais, pois o proprietário responde por sua remediação, o que pode trazer prejuízos enormes ao empreendedor.

A avaliação de passivos ambientais é muito importante, em especial quando se vai edificar em imóveis onde existam ou existiram indústrias que podem ter contaminado o solo e o lençol freático através de práticas antigas de descarte irregular de poluentes.  

 

 

Licenciamento Ambiental

De acordo com a legislação brasileira, todo empreendimento considerado potencialmente poluidor deve realizar o licenciamento ambiental para que seja definida sua localização, instalação e operação junto ao órgão competente - federal, estadual ou municipal.

Johnny PrefumoComércio e Prestadores de Serviços

Saiba mais